Circo para Miúdos

Formação

A utilização pedagógica do Circo no desenvolvimento dos jovens é, cada vez mais, tida como importante. Nesta formação, os formandos descobrirão diferentes técnicas circenses: o malabarismo, o monociclo, o equilibrismo, a acrobacia, a escultura de balões, as andas e o palhaço. Serão proporcionados os primeiros contactos com as artes do circo e realizados exercícios e jogos de expressão corporal e dramática, que estimulam o desenvolvimento das capacidades preceptivas, corporais e criativas dos participantes.

Através do jogo, do movimento e da espontaneidade, será estimulada uma arte que favorece o crescimento individual e social dos formandos.

As artes do circo desenvolvem a coordenação motora, os reflexos, a criatividade, o ritmo, o equilíbrio e exigem concentração e persistência, contribuem assim, para a criação de hábitos e de atitudes fundamentais em situações de aprendizagem.

Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=pYr23Ty93W8

Conteúdo

– aprendizagem do processo de fabrico das bolas de malabarismo;
– exercícios de iniciação ao malabarismo que envolvam bolas, argolas, massas, pau do diabo, diablo, pratos chinês, caixas e lenços ;
– exercícios de iniciação à acrobacia circense;
– exercícios de iniciação ao equilíbrio de vários objectos;

– equilíbrio no rola-bola e na bola de equilíbrio;
– exercícios de iniciação à técnica do Palhaço
– exercícios e jogos colectivos de expressão dramática e corporal, concebidas a partir das diferentes técnicas circenses abordadas;
– preparação de um pequeno espectáculo final demonstrativo das aprendizagens efectuadas no decurso da formação.

Objectivos

– proporcionar os primeiros contactos com as artes do circo;
– desenvolver o espírito de trabalho em grupo;
– desmitificar a ideia de inacessibilidade das técnicas circenses e transmitir as potencialidades pedagógicas do circo;

– estimular o desenvolvimento das capacidades preceptivas, corporais e criativas dos participantes;
– contribuir para a dinamização da comunidade e para o crescimento e desenvolvimento cultural e social dos jovens;
– sensibilizar os participantes para o circo contemporâneo.

Pedro Correia

Clown e formador

Pedro Correia, trabalha há 15 anos como Clown, Malabarista e Performer. Recentemente tem apresentado trabalhos na área do vídeo e da fotografia, amante da música e “sound maker”. Com o espetáculo de teatro-circo “Dulu & Tatu” ganhou o Prémio Jovens Criadores – A Juventude Eterna do Palhaço - no “Puck” International Festival of Puppet and Marionette Theatre - na Roménia em Novembro de 2007.
Diretor artístico do espetáculo multidisciplinar de rua Queima do judas em Vila do Conde desde o ano de 2005. Já apresentou os seus espectáculos em vários países, em vários continentes. Mentor do projecto Irmãos Esferovite (banda de palhaços). Em Março de 2014 conquistou o prémio ``DON EUGENIO BUSSA`` GIURIA DEI BIMBI (Prémio Publico Infantil) na IX edição do MILANO CLOWN FESTIVAL em Itália com o espectáculo “(Con)sumo de Laranja” um solo clown para montras. É membro fundador e diretor artístico da associação cultural Nuvem Voadora.